domingo, fevereiro 06, 2011

E EU NEM CONHEÇO NOVA IORQUE

..
Quem vai  debruçar
em minhas mãos,
enlaçar um terço,
rezar uma oração
com a simplicidade
dos que oram
sem pranto,

só com o coração?

Quem,
enquanto espero
a saida
finalmente,
vai olhar meus olhos
como crente
com amor, respeito
ou devoção?

Quem,
diferente dos demais mortais,
vai lembrar da morada espiritual
a casinha
de janela amarela
com jardim
que sempre sonhei pra mim
depois da ida?

Quem vai chorar a minha morte
se eu nem conheço Nova Iorque?

(Elza Fraga)

..

6 comentários:

Zélia Guardiano disse...

Elza!!!
Que bom tê-la de volta!
Sentia suadade dos teus escritos...
Lindos versos, amiga!
Abraço apertado da
Zélia

Elza Fraga disse...

Oi, Zélia.
Ainda não estou de volta totalmente, rsrs,
estou aproveitando um período de melhora antes da recuperação plena
[Eu ainda acredito -e como!!! - em
recuperação]
Também estou com saudades enormes dos seus escritos.
Bitokitas, querida, e muita luz procê.

evandro mezadri disse...

Muito legal, Elza!
Super criativa.
Grande abraço e sucesso!

Elza Fraga disse...

Brigadim, Evandro, pela visitinha
aos meus poemas entortados, rs.
Bitokitas de toda a luz procê.

4tunato disse...

Adorei o blog, voltarei aqui mais vezes! ;D

Elza Fraga disse...

Volta sim, querido, meu blog carece de leitores, rsrs.
Estive no seu espaço. Voltarei por lá enquanto a vida me deixa.
Bitokitas de muita luz procê.