segunda-feira, junho 18, 2007

BRIGA DES-CASADA



Ele se virou, deu as costas, dormiu, roncou.
Ela chorou, se enfureceu, xingou, esbravejou.
Ele acordou, se irritou, ameaçou.
Ela respondeu, ofendeu, explodiu, implorou.
Ele encheu o saco, se vestiu, partiu.
Ela se vingou
Saiu nua pra varanda,
se exibiu...
--------------------------------
Quem quis, viu!

(Elza Fraga)

12 comentários:

Kiara disse...

Adorei, adorei adorei!! Já copiei e enviei pra quem devia...rsrs.

Menina do Rio disse...

Tive que rir... è uma cena insólita!
MAS SERÁ QUE O AMOR VALE ISSO?

Beijos

[copos vazios] disse...

Olá! Eu achei seu blog no blog [ Neste Instante ] e como estou no início do meu, queria divulgar e conhecer blogs novos!
E olha, adorei o seu...
Seus poemas sem regras ( como você mesma disse ) são intensos. Esse por exemplo, muitos verbos, muito rápido, muito forte!
Dá vontade de sair na varanda nua de vez enquando...
Corajosa, ela é!
Parabéns pelo talento...
Quando puder dá uma passadinha no meu...
Beijinhos!

Capas-Covers disse...

muito bom

SAULO PRADO disse...

Estou só batendo o ponto!
Vim conhecer seu cantinho!!!
E adorei!!!!

Eduardo Marculino disse...

o seu blog esta de parabéns....tudo é lindo e prazeroso..
um grande abraço e estarei sempre visitando.

Valdemir Reis disse...

Amiga Elza estou lhe visitando e fiquei encantado com o seu trabalho, muito belo e original, parabéns.
Sucesso, fique com Deus.
Valdemir Reis

Efigênia Coutinho disse...

"BRIGA DES-CASADA"
Elza Fraga, adorei encontrar voc6e aqui, e poder ainda mais sua poesia, meus cumprimentos,
Efigênia

Valdemir Reis disse...

Olá Elza estou matando a saudade deste maravilhoso espaço, que lugar belo e harmonioso. Espetacular e cada vez melhor! Parabéns pelo belo trabalho que desenvolve. Quero convidar você para uma homenagem, passa lá em; http://www.valdemireis.blogspot.com ou em; http://www.valdemircantinhopaz.blogspot.com, vamos brindar juntos, temos postado um texto especial desenvolvido para você, quero na oportunidade entregar seu merecido “ PRÊMIO” , você conquistou, sim leve o seu e seja generoso distribuindo com seus os amigos. Vamos estender a festa... Estou esperando você. Por isso considero a vida uma oportunidade impar. Cada pessoa que passa em nossa vida não passa sozinha, por ser única, deixa um pedaço de si e leva um pedaço de nós. Encontrar-nos-emos sempre por aqui. Muito Obrigadoooooooo... Por sua simpatia e amizade!!! Também quero desejar um feliz e abençoado fim de semana para toda família. Brilhe sempre, sucesso, prosperidade, proteção e paz. Fique com Deus.
Volte sempre!
Valdemir Reis

Renata de Aragão Lopes disse...

Adorei!
Perfeito desfecho!

Pedro Luso de Carvalho disse...

Elza,

Aí está um poema escrito com inspiração e inteligência.

Abraços

rua do mundo disse...

bem amarradinho, né?

bjss loirais procê