sexta-feira, novembro 30, 2012

EM BUSCA DO PASSADO


 
[Ao amigo eterno, Fernando Toledo, poeta doce de escritos ácidos, que sempre me empurrava pra além dos meus sonhos, incentivando vida!]

Saudade hoje
apertou o peito
estrangulando músculos
esmigalhando nervos

quando li texto de Fernando
garimpado em acervo
amigo.

Consola dizer que ele vive
enquanto viver
o que deixou escrito
na acidez da sua poesia?

Parece que o vejo
ainda aqui,
olhos fitos
em mim,

respondendo
com sua fina ironia:

"-Isso também é forma de vida,
querida elzita."

[elza fraga]

Nenhum comentário: